sexta-feira, 18 de novembro de 2011

As indenizações do Seguro DPVAT deixaram de ser pagas por Ordem de Pagamento

As indenizações do Seguro DPVAT deixaram de ser pagas por Ordem de Pagamento, devido ao grande número de reclamações registradas pelos beneficiários. A mudança não alterou o pagamento da indenização por crédito em conta, seja conta-corrente ou uma conta-poupança, que continua sendo a opção mais segura para receber a indenização do DPVAT.

Beneficiários com e sem conta correnteO beneficiário que já possui uma conta-corrente só precisa indicar os dados de sua conta no formulário específico para autorização de pagamento de indenização do DPVAT (clique aqui para imprimir o formulário). Serão aceitas contas-correntes de todos os bancos do País.
Se o beneficiário não possui conta-corrente em nenhum banco e não possui conta-poupança nos Bancos Bradesco, Itaú ou Caixa Econômica Federal, ele poderá abrir em um desses três bancos uma conta-poupança isenta de tarifas, ou seja, de graça, para receber a indenização do DPVAT. Para isso, precisará levar ao banco:
  • Carteira de Identidade
  • CPF
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de renda (caso tenha ocupação remunerada)
  • Carta de encaminhamento para abertura de conta-poupança que deve ser impressa em papel timbrado da seguradora (clique aqui para imprimir o modelo)
Aberta a conta-poupança, o procedimento é o mesmo da conta-corrente: indicar os dados de conta no formulário específico para autorização de pagamento de indenização do DPVAT (clique aqui para imprimir o formulário).